12 de agosto de 2017

Como Comecei na Maromba
Eu, quando iniciei na Academia. kkkk

Fala galera,
Hoje vou contar um pouco mais sobre mim, em especial como iniciei na Maromba.

Não me recordo ao certo, mas foi entre 2009 e 2010 que comecei a demonstrar os primeiros interesse pela musculação, foi quando fui trabalhar em uma loja de perfumes importados logo após meu primeiro emprego em uma gráfica. Nesse novo emprego só trabalhavam gatas, bem arrumadas e maquiadas, e constantemente eles ficavam falando de homens e os atributos que elas gostavam, e foi aí que elas foram falando que achavam muito bonito e atraente homem marombado.

Eu nunca fui bonito, e bem afeiçoado, e nem tão feio (eu acho) , mas era bem desengonçado, pois era alto e magro e quando ouvi aqueles comentários vi que podia ter uma chance ali de ser visto pelas garotas (sim, foi por elas). como não tinha dinheiro para começar na musculação, pois ganhava quase nada fiquei só na vontade.

Não permaneci muito tempo nesse emprego, depois fui ser vendedor em uma loja de enxovais, e comecei a fazer musculação nesse período. Em meados do final de 2010 abriu vaga para o vestibular para o curso de Técnico em Informática no Instituto Federal de educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão), fiz minha inscrição e passei.

Nesse período comecei na musculação com meu irmão que trabalhou na loja comigo. Nós íamos as 5:30h para a academia e de lá para a loja. Não ficamos muito tempo trabalhando nessa loja, eu fui para outra empresa no segmento gráfico, após algum tempo acabei saindo de lá também  e retornei ao primeiro emprego que foi em uma gráfica, isso já era em 2011.

Apesar de não ter muita disciplina e ficar constantemente saindo e voltando para academia consegui ótimos ganhos, pois entrei nela com 68kg e 1,84 (sim era uma vara de tirar coco). Me lembro que a gota d'agua para levar a serio a musculação foi quando descobri que necessitava usar óculos pois tinha miopia, aí pensei:
Pronto, agora ferrou tudo de vez, sou alto, magro, estudo informática e agora vou usar óculos, é o típico Nerd.

Como eu estava me sentindo.

Não era o rótulo que queria, então comecei levar mais a sério e a pesquisar mais sobre musculação, treinos e suplementos em especial. Aos poucos fui desenvolvendo, porém em tudo que lia, estava o tripé para alcançar os objetivos: Dieta, Treino e Descanso, e os suplementos não estavam lá no topo, ao contrário do que eu pensava e queria assumir como verdade.

Cheguei a comprar diversos suplementos, dilatex, aminoácidos, soja, proteínas, cheguei a pagar mais de R$ 200,00 conto na porra de um Animal Pack, que me diziam que dava força, massa, volume e outras coisas, mal sabia eu que não era nada além de um multivitamínico caro pra cacete. Houve mês que gastei quase tudo que ganhava em suplementos, estourava os cartões de créditos todo em suplementos.

Num dado momento não saia mais do lugar tinha desenvolvido um pouco, normal de um ex sedentário que começou a fazer alguma coisa, mas ainda estava bem ruim então aprofundei mais nas pesquisas e em todo lugar falava a mesma coisa: Dieta, Treino e Descanso e suplemento não é comida, porra pesquisei um monte e sempre falavam isso, suplemento não é comida.

Das pesquisas que fiz caí na página do Hipertrofia.Org, e pra  mim foi um tapa na cara com diversas verdades que eu não queria enxergar, mas também foi um aprendizado incrível, a partir dai mudei meu conceito de suplemento e foquei mais na dieta.

Só que tinha um problema, morava com minha tia, e uma penca de primos, tios e agregados, e quase ninguém trabalhava, e se comprasse algo rapidamente ia embora com aquele tanto de gente. Melhorou um pouco depois que consegui ficar em um quarto só pra mim, pois conseguia comprar algumas coisas e guardar.

Me lembro que nesse período cheguei a compra 1 cento de banana por semana, e dale vitamina (com leite, banana, aveia, farinha láctea, levedura de cerveja, achocolatado, nozes, amendoim e o que mais achava), mas ainda não conseguia focar correto na dieta pois não tínhamos geladeira, e por que tinha o problema de ter gente demais em casa.

Nesse período conheci minha atual esposa, por volta do meio do ano de 2011, já estava bem diferente de antes, a galera já me olhava diferente na rua falando da mudança, corrigi minha postura, pois por ser muito alto e magro andava envergado, melhorei bastante, mas ainda queria mais, pois minha meta era passar pela rua e a galera falar:

Porra! olha o tamanho desse cara, está muito loko, horrível, horroroso, ridículo
Olha o tamanho desse animal. Nasser el Sonbaty

 Minha meta era passar na porta de lado, tipo o Nasser el Sonbaty e outros tantos freaks, como o Frank Macgrath, Jay Cutler, Ronie Coleman, Dorian Yates, Kai Greene, Kevin Levrone e outros tantos que se fosse falar todos iria entrar em overtraining por excesso de treinamento nos dedos.

Pena que aos poucos fui ficando desiludido, pois descobri que esse shape louco além de uma dedicação animal e disciplina de monges, ele só vem acompanhando de uma genética muito louco e doses cavalares e sobre-humanas de recursos ergogênicos, e outras coisas que nós meros mortais nem sonhamos, sim os cara são foda, não é pra qualquer um, e ainda tem nego que entra na academia e diz que não quer ficar muito forte, como se fosse questão de querer, kkkk.

Depois em meados de 2012 e 2013, já em fase quase de casórios com minha esposa, comecei levar mais a serio a musculação, já tinha alguma bagagem e acreditava que depois de casar poderia seguir melhor a dieta, e isso ocorreu em parte, melhorei absurdos na minha dieta, ainda mais que ela também partilhava dessa paixão comigo também. Nesse período se não me engano cheguei aos 85~88kg com um volume médio de percentual de gordura, o que pra mim já foi um avanço incrível, pois como sou ectomorfo tenho dificuldade absurda de ganhar peso e facilmente perco peso.

Entre 2013 e 2017, dei algumas escorregadas, saindo e voltando da academia, em especial por conta da mudança para onde estou hoje que  o custo de vida é maior, e a academia aqui custa de 3 a 4x mais do que eu pagava na minha cidade natal, por um serviço não muito bom, em especial no começo quando não tinha estrutura ainda pra se manter por aqui. outro fator que muitas vezes contribui para isso é o horário, por conta da faculdade é bem complicado a questão de horário também.

Mas hoje apesar das idas e vindas, estou mais próximo do meu objetivo, atualmente acabei de sair (tentando pelo menos)  de um off (que por sinal foi longo pra cara!@$) e estou com 102kg, com o BF elevado, mas ganhei medidas absurdas, e um monte de estrias tbm. as roupas não estão cabendo mais, to usando calça 46, camisas  G já estão apertando. Estou querendo dá uma secada agora, pra ficar com pelo menos 92~95kg e em média 15% de BF, atualmente creio que estou com uns 25%.

Bom pessoal, por hoje é só, acho que o post já ficou bem longo.

Ah musculação é igual casamento, tem horas que você ama demais, tem horas que odeia (da boca para fora, claro) xinga, briga, diz que não volta mais e que está cansado de se doar e receber quase nada em troca, mas no fnal acaba voltando pois ama tudo isso e sofre com a ausência. Lembro-me de uma frase do Jason do Projeto Giga (quem é da maromba conhece):
Musculação é um esporte cruel, você doa muito e ganha pouco, você doa pouco e ganha quase nada, você não doa nada e perde tudo.

5 de agosto de 2017

Patrimônio Financeiro Julho/2017: R$ 8.935,02
Fala galera, segue fechamento mensal de Julho , estou usando a planilha do Surfista Calhorda, e o sistema de cotas do AdP que consta na planilha do surfista também.

Esse mês o aporte veio aos 48 do segundo tempo, coloquei na poupança com o intuito de juntar para a compra de um lote padrão de uma ação que ainda não decidi.

O Aporte não foi como planejado, acabei me descontrolando um pouco no controle dos gastos, em especial com a alimentação que está cada dia mais consumindo parte do orçamento.

Os títulos públicos renderam 1,29% e as ações da Itaúsa tiveram rendimento de 6,37%, no total a carteira teve um rendimento de 1,52% no mês de Julho, ultrapassei a meta de rentabilidade com base no que foi planejado,  porém a meta do patrimônio ainda estou atrás.

A rentabilidade histórica da carteira desde abril está em 3,1%.


A rentabilidade de Itaúsa está 6,60%, porque está considerando a cotação da ação no último fechamento e não no fechamento do mês, ainda tenho muito alocado em renda fixa, mas pretendo reduzir isso com os próximos aportes.



No comparativo das rentabilidades, mais uma vez bati o CDI, porém o Ibovespa deu uma disparada, fechando em uma variação positiva de 4,80%, enquanto que o CDI fechou em 0,80% e minha carteira fechou em 1,52%.


E na evolução do patrimônio, praticamente não alterou nada, é meus amigos é complicado esse inicio pois parece que o milho grande é impossível de conquistar, mas sigo firme no objetivo e estou pesquisando possibilidades de aumentar meus aportes.



Então pessoal, por hoje é só, ainda estou devendo o post sobre minha  primeira experiência  com ações, estava numa correria louco com o semestre da faculdade, mas espero que em breve possa fazer.

Vamos em busca do milho grande.

Resultado de imagem para milho grande